Estilos de jardins

Conheça os estilos de jardins que existem:


1. Jardim Inglês

O Jardim Inglês valoriza a paisagem natural, com formas curvas e arredondas tanto no relevo, como nos caminhos e na construção dos maciços e bosques. Neste estilo é fundamental a utilização de gramados extensos, com amplas alamedas. Formas geométricas ou retas não são permitidas. As árvores e arbustos são muitas vezes dispostas de acordo com o porte e a coloração, o que não impede a mistura ou a utilização isolada. Outros componentes são bem vindos neste jardim, acrescentando charme e naturalidade, como árvores mortas, rochedos e pequenas colinas, contrução de ruínas, clareiras, lagos, riachos, quiosques, etc. Devemos ter a sensação de andar por um bosque antigo e natural, com pouca ou nenhuma intervenção do homem.



2. Jardim Francês

O jardim francês é considerado o mais rígido e formal de todos os estilos, e se traduz em formas geométricas e simetria perfeita. O estilo demonstra o domínio do homem sobre a natureza e valoriza a grandiosidade das construções. Os caminhos nesse jardim caracterizam-se por serem largos e bem definidos, com cercas vivas e arbustos compactos, verdes e perfeitamente topiados. Os arbustos verdes, ciprestes e pinheiros também tem lugar de destaque neste jardim. Devido à intensa necessidade de podas, o jardim francês é considerado de alta manutenção e custo, que pode ser amenizado com plantas de crescimento lento a moderado.



3. Jardim Italiano

O jardim italiano se caracteriza pela utilização de plantas frutíferas, flores, estátuas e fontes em um contexto bastante clássico e funcional. Embora seja muito parecido com o jardim francês, o estilo italiano incorporou o calor dos países mediterrâneos, quebrando a formalidade excessiva. Não pode faltar o elemento água, na forma de uma fonte, chafariz ou espelho d'água, normalmente o ponto central de contemplação do jardim. As plantas escolhidas devem ser de origem mediterrânea ou temperada, capazes de aguentar o frio e a seca, mas muito floríferas na primavera.



4. Jardim Japonês

O jardim japonês transmite paz e espiritualidade. Os aspectos visuais como a textura e as cores, em um jardim oriental são menos importantes do que os elementos filosóficos, religiosos e simbólicos. Estes elementos incluem a água, as pedras, as plantas e os acessórios de jardim. Para a cultura japonesa, o paisagismo é uma das mais elevadas formas de arte, pois, consegue expressar a essência da natureza em um limitado espaço de forma harmoniosa com a paisagem local.



5. Jardim Desértico

O jardim desértico ou rochoso tem por objetivo reproduzir uma paisagem árida. Ele é caracterizado principalmente pela presença de plantas xerófitas (cactos e suculentas). Apesar das variações, os jardins desérticos, apresentam elementos em comum, como as plantas simétricas e com formas geométricas intrigantes. Devido aos espinhos e escamas - defesas naturais contra a perda de água, as plantas do jardim desértico têm uma textura própria, além de tonalidades acinzentadas e amareladas muitas vezes. É um jardim que requer pouquíssima manutenção. Não exige regas constantes ou podas. As adubações são leves e os replantios bem esparsos. Apesar de simples de manter, este jardim necessita de um excelente sistema de drenagem, já que seus habitantes não toleram nenhum tipo de encharcamento.



6. Jardim Tropical

Neste jardim temos a sensação de que o homem não interferiu muito na paisagem. Assim como no estilo inglês, o jardim tropical também tem caminhos de contornos naturais. Sua essência é descontraída e avessa a podas e simetrias. Criado pelo paisagista Roberto Burle Marx, com certeza sua principal característica é a utilização de espécies de regiões tropicais e subtropicais. Plantas de cores vivas e formas esculturais como palmeiras, dracenas, bromélias, helicônias, bananeiras, gengibres e orquídeas estão entre as muitas opções. Neste estilo também não podem faltar pedras, lagos ou fontes sempre com a aparência o mais natural possível. Os elementos como bancos, pergolados e vasos, são bem-vindos, desde que se integrem harmonicamente. Para isto dê atenção aos materiais e texturas que devem ser naturais como cascas de pinus, biobrics, seixos, pedras, cipó, vime, sisal, bambu, côco, etc. Os equipamentos de iluminação podem ser discretos ou de aparência rústica.



#preservepaisagismo #vasos #flor #plantas #irrigacao #pergolado #cuidadosjardins #jardins #trepadeira #paisagismocampinas #jardimvertical #iluminacao #arquitetocampinas #arquitetoitupeva #arquitetovinhedo #arquitetolouveira #arquitetojundiai #arquitetoindaiatuba #arquitetovalinhos #arquitetohortolandia #arquitetopiracicaba #arquitetosaopaulo #arquitetoitupeva #arquitetopaulinia #arquitetosantos #arquitetoangradosreis #projetointeriores #fazendadagrama #quintadabaroneza #haraslarissa #fachadamoderna #casasbrasileiras #residencialmontblanc #fazendadagrama #fazendaboavista #terrasdesaojose #estilos


Para maiores informações, entre em contato com a Preserve Paisagismo.

  • Telefones: (19) 32326313 / 33956604

  • Celular: (19) 996906363


Patrícia Vilela

Engenheira Agrícola

Preserve Paisagismo

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo